Consumidor quer preço baixo! Certo? Não basta ver as correrias para as liquidações, a busca de promoções e a pechincha, que às vezes parece um verdadeiro ringue entre cliente e vendedor, em troca de alguns reais?

Depende. A maioria quer pagar o preço justo pelo produto que adquire ou o serviço que contrata. No entanto, apenas o preço já não é diferencial suficiente para fidelizar o cliente. Aliás, quem o busca em primeiro lugar costuma pular de galho em galho, atrás de quem dá mais – ou melhor, oferece por menos. O consumidor atual é exigente e, para destacar-se a seus olhos e ser escolhida por ele, em meio a uma multiplicidade de possibilidades, as marcas precisam encantá-lo, surpreendê-lo e provocar identificação.

É claro que o preço ainda pode ser um diferencial e constituir-se numa estratégia. Neste caso, há todo um arranjo do negócio para garanti-lo dentro de uma margem de lucros competitiva. Esse arranjo envolve, entre outras coisas, logística de compras, controle rigoroso de estoque, boas negociações com fornecedores, escala.

Case

A Smart Fit é um case de sucesso dentro deste diferencial.  As academias populares levaram a receita do grupo BioRitmo de 40 para 420 milhões de reais em cinco anos. A Smart Fit é uma academia enxuta, com poucos instrutores, mesmo que muito bem preparados, equipamentos de primeira linha, mas apenas o suficiente, espaços bonitos e bem planejados, pesquisa sobre os pontos para abertura de novas, o que acontece a todo momento, ganhando escala. Tudo é automatizado e self service, o que possibilita também uma equipe enxuta.

No entanto, mesmo aí, os consumidores já começaram a pedir mais e, para não perder o mercado conquistado para concorrentes que também conseguiram chegar a mensalidades semelhantes, a academia passou a oferecer algumas aulas coletivas, colocar o sistema de campainhas nos equipamentos, para que os alunos chamem os professores quando precisam de ajuda e investir no tratamento oferecido aos clientes, dentro da proposta.

O que acontece na maioria dos casos, no entanto, é que o preço baixo não costuma ser estratégia, mas falta dela. Ao não ter algo que ressalte aos olhos do cliente, acaba-se por oferecer o desconto. Assim, consegue manter o cliente enquanto o outro concorrente da esquina não propõe um valor menor, uma briga de foice que faz com que vários negócios não consigam se manter e quebrem. A pechincha do cliente, que não vê nada além de preço e condições de pagamento, é um alerta para se questionar: que diferença estamos fazendo na vida dele?

O cliente quer qualidade.

Este já se tornou um requisito básico no mercado. Quem não consegue oferecer, tem os dias contados. Mas, qualidade como diferencial, vai além. É quando a empresa se estrutura com laboratórios de testes, centros de pesquisa, certificações dos produtos para se destacar e ser reconhecida neste aspecto. A Toyota investe em tecnologia de ponta e inovação para manter os atributos de confiabilidade, segurança e durabilidade. A Bayer ficou reconhecida por buscar corresponder ao seu famoso slogan: “Se é Bayer, é bom”.

Preço e qualidade, ainda quando presentes como estratégias

são diferenciais mais básicos que, ao final das contas, não diferenciam tanto assim, a não ser nos casos em que se conseguem assumi-los com tal excelência que se traduzam de fato em competências entregues aos clientes, como nos exemplos citados. No geral, apenas tiram do mercado quem não os consegue garantir. O Código de Defesa do Consumidor e a procura cada vez maior dos vários Procons não deixam mentir.

Um terceiro nível de diferencial, que destaca mais a empresa que o abraça perante os consumidores, é o serviço. Trata-se de uma série de vantagens e benefícios que é oferecida ao cliente, compreendendo as suas necessidades. Quanto mais conectada ao cliente, mais chance de acertar no que realmente faz a diferença para ele e o encanta. A Porto Seguro, por exemplo, oferece a seus segurados o serviço de créditos para corridas de táxis atrelado ao aplicativo “Vá de Táxi”, para os momentos em que estão com o carro retido devido a um sinistro ocorrido. Os motoristas do socorro são treinados para atender com gentileza e até levar um lanche para quem ficou parado na estrada devido a uma avaria. É o tratamento humano que cativa.

A vantagem criativa é um diferencial de várias empresas de tecnologia.

A Apple, por exemplo, destaca-se na oferta de cada vez mais inovações e possibilidades. Mas não apenas. Até uma padaria pode adotar este como seu diferencial, investindo na criatividade da equipe para inventar constantemente novos e surpreendentes sabores, além de inovar no atendimento personalizado que faz o cliente se sentir único ali.

Um diferencial que tem ganhado cada vez mais o coração dos clientes é o valor progressista. As pessoas querem saber que compromissos as marcas têm com o meio ambiente, as questões sociais, a diversidade, a dignidade humana. Saber que compram de uma empresa que tem ações efetivas de proteção à flora e à fauna, que adota como fornecedores os pequenos agricultores e os remunera de forma justa ou que combate o racismo e toda forma de discriminação e valoriza efetivamente a beleza natural das mulheres já faz diferença para muita gente. E fará cada vez mais, pois a tendência do marketing aponta para a direção dos consumidores conscientes.

Assim, vemos que o mercado fica mais exigente.

Na linha dos diferenciais além do preço, o Live Marketing tem muito a acrescentar, pois é feito exatamente da criação de experiências para o cliente, ações significativas que provocam proximidade e interação direta, cara a cara com ele. E tanto mais dá certo quanto mais a empresa estiver adequada a isso, buscando a coerência que o cliente percebe. A Skol, por exemplo, pede desculpas abertamente ao público por seu passado machista e convida ilustradoras para recriarem anúncios do passado que tornavam a mulher objeto. Não sem reestruturar-se internamente, mudando processos ultrapassados.

E a sua empresa, como tem se preparado para os novos consumidores conscientes? Que diferenciais além do preço está pronta para oferecer? Já pensou no Live Marketing como possibilidade para engajar ainda mais os clientes com sua marca?

Izy Job: para se diferenciar desde a contratação

Uma forma de criar engajamento com o público de maneira nova e atraente, como vimos, é através das ações de Live Marketing. Para isso, você precisa de colaboradores que, de fato, representem em postura e atitudes os valores da sua empresa e estabeleçam bons relacionamentos com os clientes, seja nos eventos, nas ações nos pontos de venda, feiras, congressos, degustações, ativações, merchandising ou em outros movimentos.

Se isso já é desafiador para a equipe contratada, exigindo aprendizado constante, imagine para os profissionais temporários, que geralmente são alternativas quando se quer abraçar essas ações? Como não perder tempo procurando, numa dispersão de sites de freelancers e analisando currículos genéricos e poder ser mais assertivo na seleção, dedicando-se a uma melhor preparação dos contratados?

Nós criamos para você uma ferramenta inovadora, capaz de otimizar o seu trabalho, ajudando, por isso, a alcançar os melhores resultados: o Izy Job. Trata-se de um sistema fácil, intuitivo, que permite manter uma comunicação adequada entre quem precisa contratar e quem quer ser contratado, em diversas áreas, voltado exclusivamente para o setor de Live Marketing. Ele permite a você organizar a seleção de maneira prática, eficiente e o melhor: com possibilidade de conectá-lo aos melhores profissionais do mercado.

O Izy Job é um APP para os candidatos se cadastrarem e receberem suas oportunidades. E você, agência ou empresa, poderá, pelo ambiente web, encontrar os candidatos para trabalhar em seus jobs. Facilita a vida de quem contrata e também de quem procura trabalho nessa área.

Não perca mais seu tempo, dinheiro e oportunidades: comece agora a otimizar seus processos de recrutamento e seleção de temporários para o Live Marketing e diferencie-se até na forma de contratar!

Acesse agora mesmo e divulgue as suas vagas www.izyjob.com.br

É fácil! É Izy Job!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui